Quem vai disputar seu voto para governar o Pará?

As principais forças políticas  já estão com os times praticamente fechados para a disputa de outubro no Pará. O prazo para as convenções termina no próximo dia 5 e, até lá, os nomes devem estar fechados. O prazo final para registro das candidaturas junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), contudo,  é 15 de agosto. E, em geral os partidos e coligações usam esse tempo entre as convenções e o registro  para ajustes nas chapas.

Confira como estão as chapas até o momento:

 

Como já anunciado, o PSDB do governador Simão Jatene apoiará o candidato Márcio Miranda (Democratas) ao governo do Estado. O acordo prevê que os tucanos apresentem o nome do vice que será anunciado na convenção marcada para o domingo, 5. Essa composição já conta com os apoios do PDT (Giovanni Queiroz),  PSB (Sidney Rosa), PPS (Arnaldo Jordy) e Solidariedade  (Wladimir Costa).

Esse grupo tem entre os candidatos ao Senado, o tucano Flexa Ribeiro, o coronel Osmar Nascimento apoiado por Manuel Pioneiro (PSDB), atual prefeito de Ananindeua, além de Sidney Rosa e de Wladimir Costa que vem atacando Flexa Ribiero nas redes sociais e já anunciou que pretente disputar uma das duas vagas ao Senado.

A chapa liderada por Miranda ainda pode atrair o grupo  liderado pelo PV (Zé Carlos Lima) que inclui PTC,  PMN, PRT e Rede. As conversas continuam e a definição pode sair na segunda, 30 de agosto. O PV tem como candidato ao Senado, o ex presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Jarbas Vasconcelos que já está em plena campanha nas redes sociais. Vasconcelos, porém, queria levar o PV para uma composição com o PT e o PC do B e, insatisfeito com as as conversas do PV com Márcio Miranda, não descarta desistir de disputar o Senado.       

 

O grupo liderado por Helder Barbalho (MDB) já definiu o vice. É o deputado Lúcio Vale do PR. O MDB também terá o apoio do PSD do ex vice governador (no mandato anterior de Jatene), Helenilson Pontes. A legenda, contudo, está rachada.

Além do ex vice de Jatene, Helder terá o apoio do atual vice governador, Zequinha Marinho (PSC)  que concorrerá ao Senado. O senador Jader Barbalho tentará a reeleição e terá Helenilson como suplente. Além disso,  Helder já conta com apoio do PP (Mário Couto que concorre ao Senado), PTB, PROS, PSL, PHS, PRTB, DC, Patriota, Podemos e Avante.        

 

O PT faz sua convenção no domingo, 5, na sede do "Quem São Eles". Vai confirmar a candidatura do senador Paulo Rocha ao governo com Zé Geraldo ao Senado. O PT conversa com o PC do B que poderá indicar o candidato a vice. Entre os cotados estão a ex-deputada Sandra Batista, o professor Rodrigo Moraes  e o vereador de Moju, Gerson Dourão.  A ex-governadora Ana Júlia Carepa é o nome do PC do B na disputa à Câmara

 

 

 

O Psol realiza a convenção na quarta-feira, 1. Vem com uma chapa puro-sangue.  O candidato ao governo é Fernando Carneiro que terá como vice a doula Tati Picanço do Psol de Santarém, oeste do Pará. Úrsula Vidal concorrerá ao Senado.   O Psol vai coligar com PCB, e PPL.

Comentários